sábado, 30 de maio de 2009

De novo, sempre.

Quero sentir falta do que ainda não aconteceu. Das palavras que não ouvi, dos clichês não inventados, dos cafés que não tomei. Eu quero sentir falta dos bombons que ainda não ganhei, dos beijos que não dei, e das cartas que não recebi nem escrevi.

Quero sentir falta de tudo de bom que ainda não veio para a minha vida, e não sentir falta do que já foi. Eu quero um dia ser capaz de superar a falta que já senti. Eu não a sinto mais, fato. Mas sempre que te vejo eu lembro que senti, e isso dói mais do que se eu estivesse sentindo ainda.

Porque lembrar que já senti sua falta é o mesmo que lembrar o quanto eu acreditei em algo que se transformou no vazio, muito mais do que um namoro que não deu certo. É a incompreensão que ainda bate a minha porta, mesmo dois anos depois. Dois anos. E eu ainda desviando meus caminhos para não te encontrar nunca, sem adiantar.

Eu estou cansada, mas pelo visto não há remédio. Talvez seja aquela mágoa eterna, que todo mundo tem um dia e carrega para o resto da vida.


[ não deixem de visitar o Blog no Fim do Universo ]

34 comentários:

Ricardo Aiolfi disse...

caramba =/
esse texto parece que foi tão pra mim rs

Ricardo Aiolfi disse...

sinto-me assim muitas vezes
e continuo desviando caminhos para não encontrar certas pessoas

Marcel disse...

Comoveu.

Saudades do tempo em que "passado" era associado ao pretérito.

Flora Viguini disse...

Que nada...VocÊ é muito mais forte do que pensa...E revida sim.

Mandy disse...

Senti esse texto todo meu, parece que foi eu que escrevi >.<'

bjs ;)

Mandy disse...

ah e a Demi Lovato é sim a 'menina' q canta com o Jonas!
... eu ja conhecia eles a tempos, mais não curto tanto assim! rs

Flá. disse...

é, talvez algumas dores fiquem tão enraizadas que fugir delas e depois reencontrá-las possa nos levar a um caminho de pura desilusão. o amor é confuso e complicado. o amor que já foi é confuso e complicado multiplicado por trinta.

fica bem. :*

disse...

Tem coisa que mesmo depois de tanto tempo continua atormentando .-.

katy disse...

sabe quando a gente vê aquelas histórias nos filmes, de amores que nunca são concretizados nem esquecidos?!!! eu tenho medo disso. já faz 2 anos que vc tenta "mudar de calçada" e tem 4 anos que eu tento. não sei se é saudade o que eu sinto, ou se é mágoa por não ter sido amada do mesmo jeito que eu amei. só sei que ficar tentando esquecer é um péssimo remédio pra esquecer, porque quando a gente TENTA esquecer, é exatamente porque ainda lembra. bjs

cla. disse...

comoveu +1
muito lindo,tô até sem o que falar.

A. Torres . disse...

Eu posso dizer que simplismente adorei o texto. Complicado mas eu no fundo me identifiquei.
Comoveu +2

Thalita Prates,15 disse...

oiiq uerida ! minha paixao pelo seu blog foi pela 1 vista !
ou liidaa .

ameii o textoo , diz , as vezes bate aquela saudade daquilo que não tivemos , das pessoas que pudiamos ter , ou ain da ,ter !

bjoos .

"Sofi@" disse...

Isso mesmo, deixar o passado para tras e esperando o melhor do que se quer para o futuro.
Gostei muito do texto e da tua maniera de escrever.
Beijo grande.

Brunadovinil disse...

Esse texto foi mais uma vez tenso.
E o bom dele, é que não se refere somente ao sentimento amor. Mas tudo que às vezes nos prendemos no passado.

"Quero sentir falta de tudo de bom que ainda não veio para a minha vida, e não sentir falta do que já foi."

A última frase causa aquela dorzinha dentro do peito.

Brunadovinil disse...

Ah, e a banda do meu namorado é:

www.myspace.com/theleftsband

=]

Dani Antunes disse...

Me identifiquei totalmente com o primeiro parágrafo: "Quero sentir falta do que ainda não aconteceu. Das palavras que não ouvi, dos clichês não inventados, dos cafés que não tomei. Eu quero sentir falta dos bombons que ainda não ganhei, dos beijos que não dei, e das cartas que não recebi nem escrevi."

Amei!

L.S. Reis disse...

"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós."
Antoine de Saint-Exupéry ^^

A mesma frase que acabei de deixar pro Marcel, bate perfeitamente, hehe!...
Te adoro, Shany. Você escreve lindo, e tem muito amor nesse coraçãozinho! Não deixe a dor te abater ;) Te quero bem!

vanessa lopes disse...

sabe quando a gente pára e fica olhando pro nada com um milhão de pensamentos e vive aquele milésimo de segundo envolto nesses pensamentos e parece que o mundo pára e esse momento dura uma eternidade?
parece seu texto!
É um elogio!
bjus xuxu!

.Intense. disse...

não sei se o erro é meu, que não acredito em coisas eternas. mas depois de tanta coisa que vivi, e vendo hoje oq eu sinto, respirando pura e livre, te digo - nem a mágoa é eterna. uma hora esgota, cansa, passa. ela faz as malas e vai embora por conta própria. e a gente volta a caminhar pelos mesmos jardins de antes, sem nem pensar, lembrar, sentir. mas há de ter desprendimento...há de se querer deixar ela ir. se cada vez q ela ameaçar ir, fechar a porta...quando será a despedida?

=s
;*

Fabi Celso disse...

me identifiquei com esse post, (:
tô passando pela mesma situação, só que não são dois anos, é apenas alguns meses.

:*

bia de barros disse...

eu vou sentir falta quando chegar a hora do poente e eu não vir tua luz... Porque você me cativou, darsh.

(amo)
.

Lari Bernardi disse...

As vezes amnésia é a unica solução...

;*

Bonie disse...

Tenho algo parecido. E a sensação de sentir falta de algo que você nunca teve é um vazio gigante =(

Francis disse...

Vai passar. A mágoa etc. Eu te asseguro. =)

Bruna disse...

Darshany...
amores e (des)amores...
vida que passa e deixa marcas.
É preciso olhar para frente, mas isso não quer dizer deixar de sentir. Depende do seu ponto de vista. Se precisar sentir, sinta, mas supere também ^^

O.B.S.: deu mole de ñ ir aao show :)

~*rafasonehara disse...

realmente faço sua
as minhas palavras..
deve ser essa eterna magoa que agente
leva sempre ://
Bjos
:*

Talita S. disse...

É,todo munda carrrega...

Anaa Bia ;) disse...

Eu também tenho uma mágoa eterna, de algo que não deu certo. Eu ainda sinto uma coisa muito forte, mas eu sei que uma hora isso vai passar, e só vai restar aquela agonia, aquela dúvida "pqe não deu certo?"

Lindo *-*

Beeijo ;*

Shelha disse...

Ai Darsh, você resumiu (no primeiro paragrafo pelo menos), como tenho me sentido ultimamente.

Esse passado te persegue ne fofa? Aff, sabe o que você faz: EU também NÃO SEI! [inútil ¬¬º)

Te adoro, mas te adoro mais quando o post é só felicidade. Vá churrascar muié!

Unijovem - On line disse...

pode acreditar q não é eterno! beijos

Moni disse...

oi darsh...arrumei uma confusão aki menina comentei de um blog no outro... esse blog unijovem ibv é la da minha igreja, num precisa de responder nao, eu tava logada em um respondendo comentarios de outro kkkk bjus

~.Lígia disse...

Ah mocinha, essas coisas são assim mesmo. O coração da gente tem vida própria, sabe...
Mas assim, o jeito é suprir a carência dele com muito amor da família, dos amigos, enfim...
Com o tempo as coisas se ajeitam, você vai ver! ;)
E é só ir levando a vida, que um dia você se surpreende e quando perceber já está casada com um neném fofo no colo e o homem mais fofo do mundo do seu lado! ;D
XD

Se cuida, querida!
Beijos!

Bianca disse...

A sensação da mágoa que parece nunca ir embora, acaba nos fazendo melancólicos, ficamos intensos demais e isso acaba sendo um pouco ruim. Tenho essa sensação as vezes, mas tento me distrair..e ver a vida de outra forma.


Beijos

Jéssica V. Amâncio disse...

ai que triste! muito bem.