segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

um início

Sabe quando no meio de uma conversa, você diz algo sem sentido e todos riem? Pois foi exatamente o que aconteceu. Não lembro direito o que eu disse, mas todos em minha volta começaram a rir, então devia ser engraçado. Não me importei muito.

Eu não queria estar ali. Insistiram tantas vezes, que aceitei por falta de paciência. Dizer não cansa. E por outro lado também senti pena. Sem a minha presença, nada ia funcionar. Não que eu seja importante.

Subimos no palco para testar os instrumentos e passar o som. Algumas poucas pessoas tinham chegado ao clube - aquelas que não tem mais nada para fazer na vida e chegam aos shows bem antes de começar. Algumas delas eram conhecidas, e um deles era conhecido até demais. Eu não enxergo muito bem sem meus óculos, mas quando é para ver quem você não quer, parece que a visão fica perfeita de repente.

Eu sabia que ele estaria ali naquela noite de sábado. A nossa banda tinha opção de tocar no domingo - dia em que ele não estaria lá com certeza. Mas não... tinha que ser no sábado. E eu teria que suportar.

12 comentários:

Fe disse...

As coisas são como tem que ser. E, na maioria ds vezes, é como a gente queria que fosse mas não tem coragem de admitir.

bjaoO ;*

Jeh Teles disse...

- é que as vezes a gente não pode controlar tudo, e tem meesmo que suportar, não por ele, mas pelos que estão com a gente, e por nós mesmas. Não troque o sábado pelo domingo por ele, não.
beijo, beijo. Texto lindo!

Lari Bernardi disse...

Porque a gente sempre tem que aguentar, hein?

Que drogaaa!!!

katy disse...

aguentar é necessário, um exercício utilizado por todos em muitos momentos da vida. tenho certeza de que vc se saiu bem!!! bjs e um excelente feriado.

Ricardo Aiolfi disse...

Amo seus textos.

A gente sente sinceridade lendo e se identifica com as situações =]

gostei gostei xD

Karol Gonçalves disse...

Gostei! Gostei!
Me senti ali na beira do palco observando a cena!
hihihi
Bj
Bj

Crivilin disse...

Ei, lembrei de passar aqui hj!

você sempre com esses seus encontros indesejados, ... ou seriam desemcontros desejados... dsencontros indesjados... acho que no fundo darshany sempre escreve de encontros desejados. xP

Sobre o Viva o Centro disse...

Olá! Já seguimos seu blog! E te convidamos para visitar e conhecer o nosso:
http://vivaocentrovix.blogspot.com/

Um ótimo dia!

Dani Antunes disse...

"Eu não enxergo muito bem sem meus óculos, mas quando é para ver quem você não quer, parece que a visão fica perfeita de repente."

Murphy NUNCA dorme, Darsh. nunca! haahaha

Carla disse...

se tudo fosse como a gente quer.. x) haha
bj

Anônimo disse...

I just found the website who writes about
many
home business opportunity

If you want to know more here it is
home based business reviews
www.home-businessreviews.com

Marcela disse...

Eu bem sei o quanto miopia (no meu caso) nenhuma impede de ver aquilo que no fundo preferíamos não enxergar.
E a força dentro de nós está em aguentar, por nós mesmos, e pelos outros.