quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

the world is a rollercoaster

Peguei sua mão, senti a palma áspera contra a minha e entrelacei os dedos como se pudesse mudar algum destino com aquilo. Perguntei pela sétima vez: "consegue ver?".
- Eu só sinto.

Decidi me contentar com a resposta e pensar que era o melhor que podia ter. Continuamos sentados ali, como se fôssemos estranhos aproximados pela distância inexistente em um banco de praça. Mastigava lentamente um chiclete que eu detestava. O som me deixava nervosa e ao mesmo tempo nostálgica por antecipação.

Tentei uma última vez: "tem certeza que não consegue ver?".
- Não, eu só sinto.

E então levantou-se e foi embora. Seus passos foram rápidos e letais, mas para mim pareceram durar uma eternidade e eu tinha esperança de que dessem meia volta a qualquer momento. E de que todas as poucas palavras ditas tivessem outro significado. Na verdade, eu tinha esperança de tantas coisas juntas que é difícil ter certeza do que eu quis realmente.

Eu conseguia ver além. Ele não. Sentiu e foi.

18 comentários:

Yohana Tanzkaya disse...

há uma grande diferença entre o cego e o que não quer ver. [/dik

gostei da abordagem!!!
está em qual período de jornalismo??

beeijos

Jeh Teles disse...

Acho que a pior coisa é sentir sozinho, ver além sozinho :/
adorei o texto *-*
parabéns.
beijo, beijo.

Anaa Bia ;) disse...

Só posso dizer que estava om saudades desse blog *-* E que eu gostei do texto :)

Dani Antunes disse...

Só posso dizer que estava om saudades desse blog *-* E que eu gostei do texto [2]

Sou muito mais esse aqui. :P

#prontofalei hahaha

Nasca disse...

eu que sempre vejo não alcanço.. deformidades. e já que vês, leva ele p'rum passeio :**

Thiara Pagani disse...

Sentir é ver além.

Maria Luisa disse...

O texto está ótimo, parabens!
Se der dá uma passadinha lá no meu blog http://dreams-sweetdreams.blogspot.com/

bjos

patyemo disse...

Adorei o seu blog.
E o post tbm.
São poucas as pessoas que conseguem enxergar alem do que os olhos conseguem ver.

Fiore disse...

senti saudades desse aqui tb!
apesar de tb gostar do outro! ;D

como sempre,
comentarei:

Tão EU!
ahouiaia
;*

katy disse...

ver ou sentir?... eu prefiro sentir, que é um jeito diferente de ver, ver além. bjs e uma ótima semana.

vanessa lopes disse...

ver... uma benção e uma maldição!
a gente sempre sabe, mas custa a acreditar.
sentimento é tão inconstante,mas a 'visão' tão palpável, concreta e ainda assim abstrata e distante para alguns.

Larissa disse...

Que perfeito. Me identifiquei, no meu momento.
Adorei mesmo
bjs
;**

Nayara .NY disse...

Entrelaçou a profundidade de sentir com o sentimento da visão!

Lindo!

rootsonE disse...

tu é fera, guria :D

Melqyahd disse...

Como sempre, um texto ótimo!

Saudades de te ler.

BjO's

Marcel disse...

Angustiante e lindo. Senti falta de passar por aqui.

Estéphanie Mognatto disse...

Ver além é uma dadiva e uma maldição!




...

Jéssica V. Amâncio disse...

muito legal!