domingo, 19 de abril de 2009

Instantâneo.

Então era assim que ia ser? Sentiu o gosto da cafeína na língua e seu cérebro instantaneamente raciocinou veloz. Todas aquelas conversas baratas não tinham mais sentido. Era assim mesmo que ia ser.

Levantou da cadeira e nem se preocupou em pegar o casaco que nela repousava. Podia conviver com o fato de deixar um pedaço para trás - tanto físico quanto emocional. Deu sinal para qualquer táxi e pediu para ir a qualquer lugar. Qualquer coisa. Podia conviver com o novo e inesperado também.

Só não queria mais o passado, que ficou gritando "Volta!" enquanto ela seguia em frente.

39 comentários:

Lívia Vasconcelos disse...

De repente, pessoas do meu passado e situações estão resurgindo, nao me deixando seguir em frente...sabe que eu nao quero.
eu quero seguir e eu vou...

Marcella Andrade disse...

fiquei com vontade de saber o resto da história. acho que vc é boa nisso.. heheh
bjim

Lari. disse...

Eu estou prestes a dar "tchau" para um certo Sr. Passado. A coragem eu já tenho, e já comecei a arrumar a mala, com algumas poucas coisas que tenho pra levar. Falta pouco, já já eu chego lá!

Mas essa história ai, continua?

BEijo;*

Lari Bernardi disse...

Demaiss...

o meu também fica gritando voltaaa... as vezes ele até dá umas seguradas no meu braçooo

;*

Yaas disse...

queria conseguir ignorar o passado pedindo pra mim voltar. também queria conseguir conviver com o fato de deixar pedaços meus pra tras, mas sempre acabo voltando pra busca-los e guarda-los em segurança.
beeeijos :*

Nathália disse...

Muito bom. Geralmente, o passado assombra as pessoas, e um futuro incerto parece muito mais aconchegante.

Moni disse...

é +/- o q eu queria fazer. beijos

Nayara .NY disse...

Um dose de nostalgia?...

Linda_Rê disse...

De repente, é preciso ir em frente.

beijos

Marcela disse...

Como você descreve bem os momentos, os detalhes.. eu adoro isso! E por mais que eu tente, não conseguiria escrever assim. Se fosse pra escrever essa cena eu escreveria: "se levantou, largou o casaco pra trás e pegou um táxi." OUIAOIHEIUAE ameeeeei mesmo! Parabéns. E tô te seguindo, viu? Beijão :*

lalafontes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Larissa disse...

E não mais que de repente percebeu que era preciso se desprender de todas aquelas 'qualquercoisas' que a prendiam. E foi.

Fabi Celso disse...

quando se tratar de historia, tu acerta no ponto :*

Simple Me disse...

Por que será que tantos, tanto, sempre fogem de seu passado?
Eu também queria esquecer pedacinhos recostados em cadeiras pelo caminho...
Seu blog é lindo!

Aline Dias disse...

MAs a gente não se desfaz de passado assim tão fácil.
pelo menos não eu.
=*

---
Sabe o que é engraçado? pensei em dedicar aquele texto pra vc.

katy disse...

estou num momento assim, de ir embora sem olhar pra trás, mas prefiro não deixar nada meu pelo caminho, nem casacos... bjs

Varda disse...

O passado é sempre tão insistente,não acha?

;*

Niseloka disse...

Eu imaginei mesmo a situação....

Má. disse...

É, acho que tá na hora de pegar um taxi e deixar as coisas pra trás. Pq até o novo deve ser menos dolorido.

;@@

Brunadovinil disse...

A melhor coisa que eu fiz foi deixar o passado para trás.


Deus sabe como foi bom...

YullyAngel. disse...

gostei da historia..
deixou uma vontade de saber o resto! rs
bjiim

bia de barros disse...

Passado bom é o que deixa lições pro futuro. Adorei a atitude, moça!

beijos,
*;

bia de barros disse...

ps: presente pra vc lá no blog, criatura - vê o que achou ^~

*;

Uma louca aii disse...

É...deixar o passado é bom, só q muito dificil...
Tem mtas coisas q me prendem nele ainda...

Mais um dia trancarei ele numa gaveta, e jogarei a chave fora, para nao ter o perigo de me atormentar mais!!

Bjos...

Francis disse...

" Levantou a poeira no deserto novamente, e seguiu o caminho que quis. "

disse...

Às vezes o não voltar é a escolha certa. :)


Gosto tanto dos teus textos!

Beijos.

Felipe Lucchesi disse...

Uau ! Totalmente a ver com o momento que passo agora.

~.Lígia disse...

É... me fez lembrar uma coisa que escrevi há muito tempo...
"E eu sinto falta do que é novo.
Mas não conheço o novo, ele ainda nem existe."

Hoje eu sei o que era o meu novo. ^^

O passado faz parte e nos deixa felizes também, mas nada como coisas novas pra nos deixar mais radiantes, né?! ^^

To be continued...(?)

E eu estarei sempre aqui, viu mocinha?! Simpatizei muito com você! =D

Beijos, bom fds!

vanessa lopes disse...

às vezes deixar o passado que retorna e retorna é muito difícil, mas também é necessário. Não existe uma maneira menos dolorosa, mais tênue,nessa hora qqr coisa torna-se abrupta e dolorosa.Mas vamos lá viver é pra quem tá vivo!

M disse...

Gostei do texto, instantaneamente .

disse...

Seguir em frente e deixar todo o passado para trás, quase sempre, é bom!

Anaa Bia ;) disse...

Quando eu seguir em frente, quero que meu passado grite pra eu voltar, só pra eu ter o gosto de dizer "não volto" :D

E eu também adorooo o jeito que você escreve, viciei nesse blog desde a primeira vez que li :)

Beeijo da cazuzamaníaca :*
ahahha

Bonie disse...

Contanto que não tenha sido o casaco verde o que ela deixou pra trás... ;)

Pri disse...

Jamais eu deixaria um casaco!

Ok, a não ser que fosse por um motivo muito justo...


auahuahauahauahua


Virei blogueira tbm Calourinha, ainda tô aprendendo a lidar com o "blogspot"...


;*

Fernanda disse...

Olá!! voltei com um novo blog:
Liberdade

espero que goste^^

http://liberdadeporfernandaalves.blogspot.com/

RodrigO [PortugA] disse...

Show de bola!
Bola pra frente, página virada e uma vida nova.
O que passou fica pra trás seja bom ou ruim.
Eu não voltaria não!
bjO*

Melqyahd disse...

Muito bom, Darsh! Faz-se necessária muita força de vontade e coragem para assim abstrair-se do passado.

Gosto dos teus textos.


Uma bela tarde a ti!
Beij.O

Thiara Pagani disse...

O apssado é uma porta trancada, que eu joguei a chave fora.

E em certos momentos me seguro para não observar pelo buraco da fechadura.

Jéssica V. Amâncio disse...

Adorei! Tem que ser assim sempre!