quarta-feira, 30 de julho de 2008

Foi em maio.

*Ficção.

Estávamos deitados no tapete fofo cor de creme da sala dele. Passava algum programa na MTV e ele assistia sorrindo. Eu lia uma Rolling Stone de uns meses atrás com a Rita Lee na capa.

– Nossa, olha essa capa que linda! Jamais vou conseguir fazer uma assim, diagramação é muito difícil... – comentei.

Ele virou pra mim, apoiando a cabeça na mão, e soltou:

– Eu te amo.
– A Rita Lee... quê?!
– Eu te amo.

Ele disse aquilo como se fosse a coisa mais natural do mundo, e continuou me olhando esperando que eu respondesse alguma coisa.

– Namora comigo?
– Mas...
– Eu amo você, não já falei? Acho que podemos assumir algo sério agora.

Fiquei sem palavras. Não podia ser totalmente sincera. Tentei achar outra saída, enquanto ele ainda me olhava com aqueles olhinhos puxados e verdes.

– Eu não tenho peito.
– Claro que tem.
– Mas eles são pequenos, assim como minha bunda.
– Ainda te amo.
– Sou grossa. Bruta. Insensível.
– Eu sei.
– Eu arroto quando bebo coca-cola.
– Nós sempre fizemos isso juntos.
– Eu fico bêbada facilmente.
– Sempre te levo para casa, não é?

Pára tudo. Não existe ninguém tão perfeito quanto ele. Qual o problema afinal?
Ele acariciou meu cabelo com a mão livre e me deu um beijo. O afastei, e notei que ele começou a perceber o que estava errado.

– Já falei que te amo, assim mesmo do jeito que você é. Eu não mudaria nada. Eu amo você e ponto.
– Mas eu não acredito no amor.

Levantei e saí.

22 comentários:

Lari Bernardi disse...

O.O

depois dessa, qualquer um viria a acreditar...

Menina de óculos disse...

Eu li e fiquei confusa. Essa pessoa que disse eu te amo é real...existe mesmo?


Vlw pela visita!!!
Bjinhoss

Linny. disse...

ta amando ou nao?
non entendi :S

beijos

Nido. disse...

Também não acredito no amor, mas ele, o amor, insiste em perturbar meu coração.

Talita disse...

De qualquer jeito,isso é lindo Darsh *--*

;*

Filipe Garcia disse...

Poxa,

como não acreditar no amor? Se é isso que pulsa no coração humano? O problema é localizá-lo ou mostrá-lo pra alguém.

Permita-se.

Beijo

LindaRê disse...

Vontade de dar na sua cara!!! rs
Mas te entendo. Perfeitamente.

Bjs

Diego Martins disse...

e o amor existe mesmo? Até hoje ninguem nunca me fez acreditar nele..

Ah e sobre tirar férias, deveriamos colocar mais em prática né? Sofreriamos menos e talvez assim, pudessemos acreditar mais =)

bejO!

Nina Fernandes disse...

O amor existe.
Demora um pouco pra acha-lo.
Nos machucamos muito no caminho.
Mais vale apena a caminhada.
O amor é o melhor premio.
Basta deixamos que ele aconteça em nossa vida.
Permirmos ser amadas.
Permitir nosso coração amar.

Flá. disse...

É, Filipe falou tudo. :)
Mas gostei do texto, bem pé no chão e realista. Foge do 'felizes para sempre' por vezes enjoativo.

Beijão Darshanyfamosa. ;*

Jéssica V. Amâncio disse...

você pode não acreditar no amor, mas não é só porque você não acredita que outros não possam sentir. haha
mas o que importa é a sinceridade...=P
só não gostaria de ouvir essa.rs

gostei do texto!
beijos;*

Cah disse...

Mas tem que acreditar no amor!
Só o amor que pode mudar essa brutalidade do mundo...
MENIINA AMOLECE O CORAÇÃO! =)

beijos

Aline Dias disse...

boa sacada

Flá. disse...

^^
Não podia deixar de homenageá-la né. Não é todo dia que amigos saem estampados em jornal! haha Na mesma hora que vi, liguei o computador e escaneei a reportagem! Vou escanear a parte que tem seu blog tb, que aí te passo mais tarde.

Beijo Darshany ;*
ps.: nem vou cobrar as coisas que vc me deve uahauhah não tenho pressa pra nada.

MH disse...

1) Texto bom pra cete
2) Garotas que arrotam são divertidas. rsrs
3) Nunca vi nip Tuck...mas sou viciado em seriado. Tenho mulhoessssssssss de Box (ou seria boxes) em casa.
4) Meuuuuuuuu...e a trilha de Juno...magnifica....a musica que os dois acntam tocando violão...amo...amo muito

bj

Sabrina Sancler disse...

q susto levei..achei q fosse verdade..já tava pensando..coitado do muleke,e q menina corajosa..suhsau
aí pensei :não pode ser,e subi até o início do texto,q foi qndo li "ficção"..nouss fiquei bem aliviada..suahasuh

parabéns pelo blog e por esse texto xD

bjuss

Flá. disse...

*ficção

auhauhauhauhauahua

Furmiga disse...

Tocou meu coraçãozinho.

Damn disse...

menina famosa, blogueira e amorosamente mal-resolvida.

uau, Darshany, me dá um autógrafo? *_*

Fiore disse...

Querida, eu tbm não tenho peito. E isso nunca foi problema! uohauihauia
Eu n arroto quando bebo coca-cola, mas tb fico bebada mto facilmente.
Alias eu fico bebada com COCA-COLA!
Pois é, veja só, vc! hahahahaha

falando sério,agora!
Como disse Sra Langa, tbm conhecida como Srta. Dias, boa sacada!
Mas teve uma coisa que vc nao percebeu, e eu acho que estou viajando.
Mas é que eu acredito nunca musica do Titãs, em que ele diz..

"Nao existe o amor, não existe amor,APENAS PROVAS DE AMOR"..
e não querer te mudar ( ou a personagem, n sei se seu texto é ficticio como os meus hahahahaha)
é Uma grande prova de amor! que é o q realmente existe.

eu tb n acredito em amor, mas gosto de brincar de acreditar e me apaixonar! sou masoquista,no fim!

;* que isso ja ehh uma biblia e nao um comentario! famosinha ^^

marianna cunha disse...

Caraca que garoto é esse? o.O

Acredite no amor [vale a pena] x]

Letícia disse...

que horror!!!
uahsuahushauhsuashu