sexta-feira, 13 de junho de 2008

Em terceira pessoa.

11/06
Ela estava lá tentando fazer um resumo de Teorias da Comunicação. Precisava de trinta linhas e só tinha seis. Mas não conseguia parar de pensar nos últimos três dias. Ela não conseguia parar de se perguntar porque em um dia tudo pode ser tão feliz, tão legal, e no outro sentir o peito esmagado, e aquela agonia que não passa ao longo das horas.

Ela queria saber o que era pior: o ex-namorado sentar na mesa ao lado no Restaurante Universitário, no dia que fariam 9 ou 10 meses - ela já não se lembra; ou descobrir que o cara que gosta há tanto tempo é realmente um idiota; ou romper com alguém muito legal por causa desse cara; ou descobrir que seu pai não anda tomando todos os remédios que devia pro coração.

12/06
Depois de um dia ruim, corrido, algumas lágrimas, ela resolveu que não valia à pena se preocupar com essas coisas, apenas com seu pai.
Aí justamente a pessoa que não devia lhe lembrou que era dia dos namorados, e mesmo ela, tão anti-romântica, desabou novamente, e continuou se fazendo as mesmas perguntas de sempre.

13/06
Ela tomou uma decisão.
Porque o que importa é viver, e não esperar.


*Baseado em fatos reais.

10 comentários:

Shelha disse...

Aff. ninguém precisa de namorado pra ser felizzzz... bom, eu pelo menos´só preciso de um bom livro

Acho que eu não ajudei né? é. Pois é.

O único conselho que eu posso dar é: chore suas mágoas - eu choro muito, mais do que devia, mas pelo menos assim eu me sinto bem melhor depois de derramar um pouco dessa angustia.

Talita disse...

Viva a vida.E se preocupe apenas com o necessário :)

Dani Antunes disse...

Taí. A Shelha disse algo que serviu pra mim.

Qto a "ela".

Ela com certeza devia ter saído pra passear nem que fosse com os pais durante o dia dos namorados.. rs

Beijos! Bom fds! ;)

LindaRê disse...

Primeiro de tudo, a gente precisa da gente.
Dia dos namorados é só uma data comercial na qual as pessoas resolveram ser românticas só pra "entrar no clima".
Afinal, o amor a gente celebra todos os dias, e se a gente está bem não é um dia que vai nos derrubar.
E no mais, tudo passa.

Beijos

mOnI disse...

o mais importante é saber recomeçar! independente do que aconteceu. beijos!

bia de barros disse...

"A vida é para ser vivida, não para ser entendida" [Clarice Lispector]

mais atitude!

luv ya. *;

Diego Martins disse...

Importante mesmo é ter a paz de estar em paz, namoro e talz, só nos fazem bem se estivermos primeiro feliz com si proprio.

=)

Flora disse...

Tudo é esquisito demais pra ser comentado quando se trata desse tipo de assunto. Oh céus.

Lari Bernardi disse...

nhaim...
:~~~~

Letícia disse...

aushuahsuhahsuhasuhauh
seu drama é engraçado