segunda-feira, 18 de outubro de 2010

toda poesia tem o seu nome, mesmo que esteja nas entrelinhas

5 comentários:

Larissa disse...

aaah a poesia!
me entreguei a ela nesses últimos tempos!
;*

Fernanda Zanol. disse...

Verdade. E é exatamente esse mistério que deixa a poesia melhor ainda...

beeeijo :*

Késia Moura disse...

Adoro as entrelinhas, sempre me revelam.

Estéphanie Mognatto disse...

Sempre ... sempre...
^^

Thiara Pagani disse...

Sempre.
A sentrelinhas.