quinta-feira, 1 de maio de 2008

Abril.

Baseado livremente nos posts mensais do blog Era uma vez...

Livros lidos:
Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres - Clarice Lispector: confesso que ainda não terminei.

Bandas conhecidas:
nenhuma, acho que nem ouvi música direito esse mês.

Músicas marcantes:
Since I Told You It's Over - Stereophonics: linda demais. É daquelas que te faz pensar milhares de coisas, ficar viajando, com o coração acelerado.

CD que não parou de tocar:
Stereophonics - "You Gotta Go There to Come Back" (2003). Destaque para a perfeita (minha música preferida) Maybe Tomorrow (faixa 2), Since I Told You It's Over (faixa 13), Rainbows and Posts of Gold (faixa 10).

Cinema:
Jumper (2008), com Hayden Christensen (do bom As Virgens Suicidas e dos chatos Star Wars episódio 2: o ataque dos clones, Star Wars episódio 3: a vingança dos Sith), Rachel Bilson (a Summer da série mais ou menos The O.C), Samuel L. Jackson (ai, de um monte aí), Diane Lane (dos bons Infidelidade, Procura-se um amor que goste de cachorros e A casa de vidro) e Jamie Bell (o Billy Elliot, lembram?). O filme é sobre um garoto que descobre que tem o poder de se teletransportar, e uma organização que persegue pessoas com esse poder começa a tentar matá-lo.
Gostei porque tem muita ação, o casal do filme tem química, a trilha é boa, o Hayden é lindo, e no fim dá um gostinho de quero mais. E acho que vem uma continuação por aí mesmo..

Angel (2007), com Romola Garai (de Feira das Vaidades, Dirty Dancing 2, Scoop - O grande furo e Desejo e Reparação - todos ainda não vistos e que sou louca para ver), Sam Neill (das mega produções Jurassic Park 1 e 3 e o emocionante O Homem Bicentenário) e Lucy Russell (de Batman Begins - o melhor - e Tristão e Isolda). É um filme baseado em uma obra de Elizabeth Taylor, que conta a história de Angel, uma escritora sonhadora que consquista a fama, mas aos poucos tudo começa a dar errado em sua vida.
Quando eu vi o cartaz desse filme, fiquei doida para assistir, mas me decepcionei. O filme se arrasta demais, e quando algumas cenas mudam de período há uma certa dificuldade de se entender.

DVD:
Garçonete (Waitress, 2006), com Keri Russell (da série mais perfeita Felicity, e dos filmes Missão Impossível 3 e O Som do Coração), Nathan Fillion (de O Regate do Soldado Ryan, Drácula 2000 e A Liga da Justiça) e Jeremy Sisto (do ótimo Aos Treze e do lindinho De Repente é Amor). Filme independente, sobre uma garçonete (Jenna) famosa por suas tortas, mas que vive um inferno no casamento. Até que um dia ela descobre que está grávida do marido, e fica naquele dilema de "eu sei que deveria estar feliz, mas não estou". O filme mostra todo esse processo de aceitação da gravidez, por vezes cômico, por vezes dramático, e o ponto alto é quando ela acaba se apaixonando pelo ginecologista.
Ninguém dá nada pelo filme lendo sua sinopse, mas eu AMEI quando assisti. Ele é romântico, engraçado, dramático, doce, e a Keri está perfeita no papel de Jenna. Recomendadíssimo.

Séries assistidas:
comecei a 3ª temporada de Nip/Tuck, mas parei no 3º episódio.

Conclusão:
Foi um mês bem agitado, mas eu não tive muito tempo para fazer as coisas que gosto.

14 comentários:

Nightingale Poe disse...

Esse mês foi bem corrido.

Não postei nada no blog.

Nem assisti Jumper ainda.

andre disse...

é... dessa vez eu nem li, nem ouvi nem assisti nadicas do que você escreveu ali.
Não, mentira, eu já ouvi a música do stereophonics.
Nip Tuck só passa dublado aqui em casa.

Talita Schneider disse...

nossa!a música é boa mesmo!
adoooro seu blog ;) beijos

Flora disse...

Boa desculpa!
beijos

Bellon disse...

não é que eu não te escute...

LindaRê disse...

preciso ouvir mais músicas... nao teria nada para o meu fechamento do mês, se eu fizesse um! rs
vou ver o filme da gravidez... parece bom.

beijos

DANIELE SANTINO disse...

Eu vou ser sincera. Fui ver Lord of Rings porque eu sou louca de paixao pelos livros e filmes porem a peca do teatro foi mesmo uma droga...os atores nao sao assim essa maravilha....a unica coisa que vale a pena sao os efeitos especiais que acontecem no stage.
Beijos mil

Aline Dias disse...

tem que fazer todinhas as coisinhas.

www.literaturaboteco.blogspot.com

Fláh disse...

Eu queria ter visto Jumper. :/

Raafy. disse...

vixe amei o blog :D
te linkei
beeijos ;*

Júlia disse...

o Angeli disse q me viu na fila de Angel com um rapaz
pena que não era eu :/
queria ter visto o filme
queria um rapaz tbm
heauheuhe

.linny disse...

a gente quase nunca tem tempo pra fazer o que queremos.

beijos

Rafael Dias disse...

A banda eu já te indiquei...
tribuzy será o disco do mês no meu blog com certeza...colocarei uma critica.
Coloca no youtube...vai se amarrar aposto.
bjo

Flá. disse...

Nossa, por favor veja "Desejo e Reparação" e "Scoop". São dois gêneros bem diferentes, claro, mas são ótimos! O primeiro bem dramático, triste de morrer e belo; o segundo, engraçadíssimo, aquele estilo do Woody Allen mesmo. :]
e fiquei com vontade de ver esse 'garçonete'..nunca tinha ouvido falar ^^ Procurarei.

Beijão shanee ;*